Resumão de Ginástica Laboral







A crescente preocupação das empresas com a saúde e desempenho de seus funcionários faz da Ginástica Laboral uma ótima opção terapêutica para diminuir o número de afastamentos ao trabalho.

A atividade física durante o expediente de trabalho tem a importante tarefa de prevenção das doenças ocupacionais, bem como do sedentarismo. O bom estado físico do Trabalhador garante eficiência e eficácia, além de diminuir os riscos de invalidez decorrente do oficio ou de se aposentarem precocemente devido as doenças degenerativas.

Várias definições são utilizadas e principalmente diferentes atribuições são empregadas à aplicação prática da Ginástica Laboral. Uma grande carência de fundamentação teórica e científica sobre este método dificulta a definição concreta de seu papel dentro da saúde do trabalho. Dentro deste contexto, a aplicação prática das diferentes interpretações e propósitos da Ginástica Laboral apresenta-se de forma diversificada.

A ginástica laboral visa: diminuir o número de acidentes de trabalho, prevenir doenças originadas por traumas cumulativos, prevenir a fadiga muscular, corrigir vícios posturais, aumentar a disposição do funcionário ao iniciar e retornar ao trabalho, promover maior integração no ambiente de trabalho .

Existem pessoas com vários problemas, como escoliose, hipercifose, tendinite, bursite, hérnia de disco e outras enfermidades, porque a postura da vida moderna tem dado ênfase à postura sentada, que é prejudicial à coluna vertebral e aos membros. A busca de uma solução que traga ao homem condições favoráveis, que o leve a uma melhor qualidade de vida e bem-estar, poderá ser alcançada através da atividade física regular, principalmente com exercícios laborais para a compensação dos esforços e sobrecargas musculares diárias, obtidos com alongamento e relaxamento.

A ginástica laboral tem sido apontada como o meio que melhor se adapta à compensação do esforço muscular, devido ao seu largo espectro de movimentos analíticos e aos efeitos benéficos gerais.

Outra atribuição feita à Ginástica Laboral, além dos efeitos físicos, é relacionada ao aspecto psíquico e social, justificado por favorecer a descontração, estimular o autoconhecimento e auto-estima, proporcionar uma possível melhora no relacionamento interpessoal do homem com o meio que o cerca. Portanto, além das atribuições de benefícios fisiológicos à Ginástica Laboral, existe a defesa também de ganhos relativos à satisfação de quem a executa no ambiente de trabalho.

Um olhar sobre a vida moderna ressoa no espaço corporal. Onde o homem e a sua vida sedentária, encontram prejuízos em suas funções orgânicas e uma acentuada diminuição à sua tonicidade muscular, desencadeando doenças do aparelho circulatório, principalmente aquelas que afetam o coração, são, em grande parte, oriundas da falta de atividade físicas, que, também, provoca anomalias funcionais e estruturais da postura, acarretando desconforto e dores residuais indefinidas. Paradoxalmente, a civilização oferece mais anos de vida em piores condições desde cedo. Especialmente, o trabalho dos operários nas fábricas, junto a suas máquinas, muitas vezes com posturas defeituosas, ouvindo o barulho constante e desagradável de suas ferramentas, com toda atenção dispensada à sua tarefa, fadiga o corpo e esgota os nervos. Atingimos a idade sentada, com a conseqüente degeneração postural e perda da tonicidade muscular, propiciando abaixamento do nível funcional cardiovascular, respiratório e digestivo, levando a uma evolução regressiva mais rápida e a um envelhecimento precoce, tudo isto quando a média de longevidade aumenta. Por não existir possibilidades de um seguro retorno às origens, o homem deve recorrer, para sua educação neuropsicomotora e a outros elementos que, em conjunto, constituem métodos. Igualmente, ao não contar com os meios que lhe permitem as formas de movimento homônimas com as do homem de outrora, deve criar outras técnicas.

A Ginástica Laboral é praticada com intervalos de cinco a dez minutos diários, tendo por objetivo proporcionar aos trabalhadores uma melhor utilização de sua capacidade funcional através de exercícios de alongamento, de prevenção de lesões ocupacionais e dinâmicas de recreação. O programa de atividades deve ser desenvolvido após uma avaliação criteriosa do ambiente de trabalho e de cada individuo em particular, respeitando a realidade da empresa e as condições disponíveis.

A prática de Ginástica Laboral é uma arma contra o sedentarismo, estresse, depressão e ansiedade, combate e previne as L.E.R./D.O.R.T. Também melhora a flexibilidade, força, coordenação, ritmo, agilidade e resistência, promovendo uma maior mobilidade e postura. Além disto, reduz a sensação de fadiga no final da jornada, contribuindo para uma melhor qualidade de vida do trabalhador. Outro resultado importante da Ginástica Laboral é favorecer o relacionamento social e o trabalho em equipe, desenvolvendo a consciência corporal, pois as esferas psicológicas e sociais são beneficiadas.

A Ginástica Laboral é responsável pela redução de despesas por afastamento médico, acidentes e lesões, melhorando a imagem da instituição perante os colaboradores e a sociedade, além de aumentar a produtividade e qualidade. Os programas de Ginástica Laboral são elaborados de acordo com as características e necessidades de cada empresa, destacando-se como fatores determinantes.

Basicamente a ginástica laboral consiste em exercícios de aquecimento musculoesquelético (prepara o organismo para o trabalho físico e melhora o nível de concentração, eleva a temperatura corporal e aumenta o aporte de oxigênio nos tecidos), alongamentos (prepara os músculos, tendões, ligamentos e cápsulas articulares, para maior amplitude dos movimentos), resistência muscular localizada (favorece a normalização do tônus muscular decorrente do esforço repetitivo nas tarefas laborais e atividades diárias, fornecendo a manutenção do equilíbrio muscular e a prevenção das doenças osteomusculares) e relaxamento (a finalidade é compensar e relaxar todoa e qualquer esforço repetitivo nos músculos, articulações, tendões e ligamentos, transcorridos no período de trabalho) .

A Ginástica Laboral é constituída pelo planejamento e execução de exercícios determinados, regulares e sistematizados que objetivam o incremento permanente e progressivo da amplitude do movimento de uma articulação, a minimização do encurtamento muscular e de outras estruturas, o combate às disfunções osteomusculares e o favorecimento da melhoria da qualidade de vida geral e bem-estar do trabalhador (melhora no relacionamento interpessoal, disposição, e incentivo a práticas de atividades físicas extras).

Retirado de www.fisioterapeutasplugadas.com.br

Você não pode perder:

Conheça o Drive Virtual de Ginástica Laboral
Aulas Ginástica Laboral - Guia Prático
Resumão de Ginástica Laboral Resumão de Ginástica Laboral Editado por Dani Souto on 17:12 Nota: 5

Um comentário:

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

Tecnologia do Blogger.