Como vender um projeto de ginástica laboral





Digo como “tentar vender” porquê ainda não conseguimos a entrevista tão esperada para apresentar nosso trabalho; mas a partir do momento que você decide vender sua proposta, tenha em mente que conseguirá. Se partir para a venda com pensamento de que não conseguirá, com certeza falhará.

Mas aqui, basicamente temos dois mecanismos para chegarmos até a empresa.

O método do Q.I. –> com certeza o melhor e com maior chance de sucesso. Não se trata do QI que conhecemos, aquele que geralmente algum parente do alto escalão, obriga o setor a admitir quem ele indica, mas o mecanismo pelo qual conhecemos alguém dentro da empresa, que conhece o setor, as pessoas responsáveis e entra em contato para lhe marcar uma visita.

Funciona, desde que a pessoa não se precipite em “elogios” ou pareça pura e simplesmente puxa-saquismo; se passar essa impressão esqueça, jamais conseguirá algo na empresa; como essa maneira é a minoria passemos à próxima abordagem;

O método do convencimento –> como dito, você terá que treinar suas habilidades de vendedor e oferecer seu trabalho sem ao menos conhecer a pessoa com quem dialoga. Não se preocupe, os gestores das empresas estão acostumados a receber propostas diariamente, e não se assustarão em lhe receber ao fone.

A primeira coisa é não basta tentar vender, você tem que oferecer oportunidades de melhoria para o gestor, mostrar o porque seu trabalho é melhor do que os outros. Você deve transpirar confiança e conhecimento desde a primeira palavra.

Não espere vender ao telefone, isso só funciona com a Telefônica (pensem no quanto é chato receber essas ligações). Seja rápido, direto e consiga marcar uma visita para mostrar seu trabalho. Ninguém (pelo menos que eu conheça) quer comprar seu serviço sem ao menos ver sua cara.

Procure demonstrar que você conhece a empresa (você fez uma pesquisa prévia), sem cair no puxa-saquismo, e que você ou sua empresa podem perfeitamente se encaixar dentro dessa política, e podem trazer resultados positivos para a mesma (esqueça a história do bem-estar e satisfação do funcionário, blá blá blá…). O gestor quer resultado; se o mesmo vier com a satisfação das pessoas melhor.

Caso não consiga marcar a entrevista, seja pela indisponibilidade da pessoa que dialoga com você, seja pela distância da empresa, provavelmente você será convidado a enviar um e-mail com as especificações de sua proposta.

Não menos importante, o e-mail hoje é a forma mais comum de comunicação do mundo moderno. O que as pessoas esquecem, é que estão tratando de maneira formal, e enviam os e-mails com os famosos “vc… mto obrigado… tbem… etc”. Talvez seja muito bom pro MSN, pro seu colega de universidade, mas pro gestor que VC não conhece; tenha paciência. Escreva de maneira sucinta, correta e formal (mas não muito). Apenas com um Bom dia Fulano, seu texto, e termine com algo do tipo “Atenciosamente, Fulano”…

Ao falar no telefone com essa pessoa à quem encaminhará o e-mail, marque um dia para ligar e saber de uma posição. Não dê a possibilidade de escolha; sutilmente determine uma data não muito próxima, nem muito distante para entrar e contato. Algo do tipo: “daqui 20 dias ligo pra saber uma posição e se necessário tirar alguma dúvida quanto à proposta”. Se deixar em aberto correrá o risco de não obter resposta alguma, e melhor uma negativa do que nada, pode ter certeza.

Você não pode perder:

Conheça o Drive Virtual de Ginástica Laboral
Aulas Ginástica Laboral - Guia Prático
Como vender um projeto de ginástica laboral Como vender um projeto de ginástica laboral Editado por saude.chakalat.net on 09:51 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.