Recreação laboral






Finalidades da Recreação e Educação Física:

    Na criança e no adolescente, visa desenvolver e aperfeiçoar as qualidades físicas, psíquicas e sociais, tornando-os mais tarde, elementos úteis a sociedade.

    No adulto, serve como meio de aliviar as tensões da vida diária que geralmente sobrecarregam o homem.


Conceitos Fundamentais

  • LAZER: É o estado de espírito em que o ser humano se coloca, instintivamente dentro do seu tempo livre, em busca do lúdico ( diversão, alegria, entretenimento).

  • RECREAÇÃO: É uma atividade física ou mental, à qual o indivíduo é levado pelo interesse, para satisfazer as necessidades físicas, intelectuais, morais, emocionais e sociais, tendo com resultado o prazer.

  • ÓCIO: É "nada fazer"de forma lúdica, positiva e opcional. Pode até ser uma forma de lazer.

  • OCIOSIDADE: É nada fazer de forma negativa, compulsória. O indivíduo preferiria estar fazendo algo, mas é impedido, não tem opção.


Organização de um Programa Recreativo

    Para qualquer área de estudo ou de atuação onde se faça necessário um processo de planejamento, ele se subdivide em três etapas:

  • Diagnóstico: É o levantamento da situação atual, como tudo se encontra no momento.

  • Prognóstico: É estabelecer critérios para se atingir a situação ideal; como tudo deverá ficar.

  • Execução: É o desenvolvimento efetivo do que foi estabelecido no prognóstico; fazer acontecer e conseqüentemente avaliar.

    Para o melhor resultado da execução, é necessário que se faça um bom prognóstico; por sua vez, um bom prognóstico depende de um bom diagnóstico. Assim devemos ser cuidadosos com todas as etapas.


II. Recreação nas empresas

    A recreação vem se tornando cada vez mais presente como técnica a ser desenvolvida nas empresas. Visando a diminuição do Stress acumulativo tanto na vida pessoal quanto profissional, onde através dessas atividades de integração (em grupo), desenvolvemos também uma melhora da relação interpessoal fazendo com que o ambiente de trabalho se torne favorável a uma maior produção.

    A recreação não só causa uma melhora na produção da empresa assim como proporciona também uma melhora na qualidade de vida de seus colaboradores (funcionários).


Os objetivos da recreação nas empresas.

    Os principais objetivos da recreação nas empresas são:

  • Autoconhecimento

  • Criatividade

  • Integração

  • Motivação

  • Senso de grupo ( trabalho em equipe)

  • Cooperação

  • Sociabilização

  • Bem estar físico, mental e social ( gerando saúde)

  • Assim como contribuindo para que o colaborador (funcionário) tenha uma melhor qualidade de vida.

    A recreação também trabalha as deficiências individuais e suas virtudes.

    Ex: Medo, vergonha, agressividade, liderança, autoconfiança, etc...


Forma de desenvolvimento da recreação nas empresas

    A recreação é desenvolvida dentro de um clima sadio onde a característica da empresa é o foco principal.

    Ex: Se o perfil da empresa é um perfil mais sério, a recreação deve seguir este padrão, caso o perfil da empresa seja mais descontraído o tipo de recreação então será também mais descontraído.


III. Metodologia

Pesquisa sobre os benefícios que a recreação trás para os colaboradores (funcionários) da empresa.

    A pesquisa foi realizada na Companhia Vale do Rio Doce, atingindo 1800 (hum mil e oitocentos) funcionários (colaboradores).

    O questionário foi validado pela instrumentação estatística denominada "Face Vallidity". Benefícios:

  • Melhora a disposição para o trabalho SIM 87%

  • Melhora a postura no trabalho SIM 84%

  • Reduz a ansiedade SIM 73%

  • Aumenta a concentração no trabalho SIM 66%

  • Ajuda a diminuir as dores no corpo SIM 83%

  • Ajuda a melhorar o entusiasmo no trabalho SIM 78%

  • Traz benefícios ao dia de trabalho SIM 83%

  • Melhora o relacionamento com os colegas SIM 79%

  • Diminui as tensões diárias SIM 82%

  • Ajuda a prevenir as DORT * SIM 82%

  • DORT ( Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho)


Benefícios em relação a Educação Física

    Quando o profissional de Educação Física apresenta o projeto da Recreação Laboral nas empresas, algumas delas acham desnecessário esse tipo de trabalho pois pensam que é um investimento que não irá dar nenhum retorno. Há um grande equívoco pois quando esse projeto é bem desenvolvido, a empresa não só ganha com o aumento da produção realizada por seus colaboradores ( funcionários) assim como ela economiza com os afastamentos por DORT. Um colaborador (funcionário) afastado para de produzir e ainda causa despesas extras para a empresa.

    Com o crescente avanço da tecnologia e a evolução dos processos, muito se fez pelas máquinas, produtos e equipamentos, mais pouco se mudou para as condições e qualidade de vida do colaboradores (funcionários) no que diz respeito a implantação e manutenção em programas direcionados à atividade física, sendo este um dos grandes motivos para o surgimento da recreação dentro das empresas, visando uma melhor qualidade de vida.

    O sucesso do projeto se consolida na multidisciplinalidade, dos profissionais de Educação Física com a Segurança do trabalho, com a Medicina Ocupacional e o Recursos Humanos. Acreditamos nessa parceria e de que o trabalho em equipe faz a diferença.


Forma de expansão da recreação nas empresas

    As formas de expansão da recreação nas empresas são:

  • Realização de eventos, tais como: festa de fim de ano, comemoração de dia das mães, dia das crianças...

  • Caminhadas e outras formas de fazer com que os funcionários pratiquem atividades físicas e recreativas (gincanas)

  • E a própria recreação em algum dia específico que se possa realizar todo e qualquer tipo de recreação. Ex: Final de semana.



IV. Colônia de férias laboral

    Colônia de férias é um termo que possui dogma próprio. São inesgotáveis as formas de organização e desenvolvimento da mesma.Para organizar, implementar ou coordenar uma colônia de férias, é necessário ter iniciativa, determinação, motivação, liderança, o que de certa forma são características inerentes aos profissionais de Educação Física.

    A principal característica das colônias de férias era, e é a recreação, distinguindo-se por uma ação limitada do tempo, ou seja, embora pudessem ocorrer anualmente não possuíam uma continuidade na sua intervenção.

    O desenvolvimento de novo método na Educação Físico formal e o despertar desportivo corresponderam para o avanço do desenvolvimento das colônias de férias, emergindo novas atividades, passando a serem proporcionadas com maior ênfase, as de caráter físico-desportivo e acoplando atividades culturais, artísticas, cívicas e outras de natureza similar.

    Antigamente, as colônias de férias em sua grande maioria eram projetadas por órgãos públicos, sejam militares ou civis, poucos sendo de cunho particular. As finalidades, geralmente eram as de proporcionar aos escolares em férias oportunidades de preencherem esse período de forma orientada com atividade física, estimulando o gosto pelas mesmas, despertando o desenvolvimento do espírito de equipe, da ação comunitária, da liderança e o espírito desportivo, em alguns casos, já com visão ecológica, buscava-se contato com a natureza, hoje necessário se fazer a preservação dessa natureza.

    Atualmente, constatamos modificações nesta tendência e, conseqüentemente, grande avanço em torno do oferecimento de oportunidades para o preenchimento do tempo livre e principalmente na formulação dos objetivos.

    Doravante, vamos entender colônia de férias não mais na ótica tradicional, mas sim, numa opção organizacional mais ampliada nas empresas. Não mais como uma atividade dinamizada apenas no período de férias escolares longas, voltada exclusivamente para as crianças; mas, como programas que podem ser dinamizados em outros períodos de folga, seja nos finais de semanas, nos feriados ou nas férias.

    Não mais voltadas apenas para crianças, mas para as pessoas de um modo geral.

    A contingência conjuntural nos leva à percepção dependendo da procura e do interesse, pode-se desenvolver vários tipos de colônias, seja para criança, jovens, adultos, terceira idade ou, tudo junto.Na projeção logística, verificamos que tudo depende do objetivo ou dos objetivos que estipule para a colônia de férias e das estratégias adotadas.

    Assim, temos alguns exemplos de tipos de colônias de férias:

  • Para emagrecimento: Trata-se de uma atividade onde as pessoas permanecem por período determinado, em busca do objetivo de emagrecer, convivendo socialmente com os demais participantes e, participando de atividades físico/desportivas de forma lúdica.

  • Recuperação do stress: Hoje o stress é uma doença que atinge quase todos, principalmente aos trabalhadores. Na área de executivos, há necessidade de recuperação. Um projeto de colônia de férias específico é necessário para a recuperação da fadiga física e mental.

  • Para doença específica: São programações, desenvolvidas de forma recreativas com objetivos, tais como colônias de férias para diabéticos, cardiopata, e outras doenças motivadas pelos anos de trabalho na empresa.

  • Para repouso: Programas de colônias de férias que vise o repouso dos participantes, geralmente adultos.Hoje em dia percebe-se que os adultos deixaram de recrear. A essência tem demonstrado que, quando os adultos participam de atividades lúdicas, de brincadeiras de crianças e jovens, relaxa, descontrai, recupera o bom humor e repousa.

    Quanto aos objetivos:

  • Recreativa: Consideramos aquelas cujas atividades desenvolvidas sejam somente de cunho recreativo. Em todas as colônias de férias, o cunho lúdico deve estar presente , o aspecto do prazer dos participantes é fundamental. Podem ser desenvolvidas colônias de férias cujas atividades tenham o cunho esportivo e serem classificadas de recreativas, desde que a atividade esportiva dinamizada e orientada para o objetivo recreativo.

  • Desportivas: Consideramos aquelas que tenham como objetivo especifico dinamizações a de técnicas e táticas de determinado ou determinados desportos. È o caso de um programa de meio período, durante 5 dias em que sejam ministradas somente atividades de voleibol. Mesmo que algumas dessas atividades sejam desenroladas de forma lúdica e recreativa, o objetivo principal é o apropriamento dos participantes em determinada prática desportiva, o que não ocorre na colônia cujo objetivo seja "recreativo" sem regras fixas.

  • Socializante: Toda colônia de férias deve ter como objetivo geral a socialização. Mas, podemos programar uma em que o enfoque principal seja a socialização. Não são poucas as crianças, jovens e mesmo adultos com dificuldades de relacionamento no seu dia-a-dia na empresa. A união da família renova a vontade para o trabalho.

  • Cultural: Atividades culturais também são parte de quase toda programação de colônia de férias. Encontramos, hoje em dia, algumas cujo objetivo central são atividades culturais. Consideramos àquelas cujas atividades teatrais, artísticas, e outras são o foco central. Exemplo de colônia de férias cultural a dinamizada em um teatro ou um em ateliê artístico ou mesmo em praça pública ou praia desde que o enfoque seja centrado nas atividades culturais, ainda que, evidentemente desenvolvidas de forma recreativa e lúdica.

  • Específica: Consideramos aquelas que, além dos objetivos gerais citados, que desenvolvam suas atividades de forma recreativa, desportiva ou cultural, tenham objetivo específico especial tipo colônia de férias para diabéticos, para cardiopatas, para emagrecimento e outras. O enfoque nessas colônias de férias é muito mais amplo. Visa dar orientação específica aos participantes através de equipes multidisciplinares e poliprofissionais. Por exemplo em colônia de férias para diabéticos, o enfoque é a convivência do participante com seu problema, com a insulina, é o conhecimento nutricional, é o reconhecimento dos benefícios das atividades físicas. Em suma, como todas essas atividades podem contribuir para o melhor bem estar do individuo. È gratificante participar de uma colônia de férias desse tipo.

  • Mista: A maioria das colônias de férias são do tipo mista. Consideramos aquelas que não possuem objetivos específicos. São as realizadas de forma recreativa, desportiva e cultural.

    Há uma farta literatura sobre jogos e atividades recreativas para iniciação desportiva. Todos são válidos como programação de atividades para os participantes das colônias de férias. Fica ressaltada apenas a importância dessas atividades serem executadas de tal forma que mantenham a motivação e o interesse dos participantes e, preferencialmente que não haja exclusão.

    Toda as atividades programadas devem ser de forma lúdica e que favoreçam a participação de todos. Vamos exemplificar com alguns jogos, atividades sensoriais, atividades com material e sem material, em duplas, em colunas, em estafetas, em grandes grupos e outros.

    As atividades a serem desenvolvidas dependem dos objetivos propostos para a colônia de férias. Poderão ser as informais e formais. Porém, todas devem oportunizar a criatividade, a espontaneidade, devem ser motivadoras e divertidas e, despertar o interesse dos participantes, mantendo a curiosidade quanto ao que será dinamizado proximadamente e, o desejo de retornar no dia seguinte.

    Pode-se afirmar que não existem limites para as atividades que poderão ser programadas para qualquer colônia de férias. Porém, dois lembretes merecem ser destacados:

  • Que atividades sejam compatíveis com as faixas etárias para as quais serão programadas

  • Que oportunizem a participação de todos

    Promoção de atividades que possibilitam a participação de todos e, inclusive responsáveis ou convidados.

    São atividades que favorecem o convívio social mais intensamente:

  • Passeio de bicicletas com a família

  • Concurso de pintura

  • Concurso de piadas mentirosas

  • Festival de poesia

  • Domingo de lazer familiar

  • Caminhada em família

  • Jogo de futebol, voleibol e outros esportes entre pais e participantes.

  • Festival de frases sobre temas selecionados


Bibliografia

  • CAVALLARI, V. ZACHARIAS, V. Trabalhando com recreação. Ed. Icone, 5ª edição, 1986.

  • REVISTA SPRINT, exemplar nº 95 . Março/Abril 98



Você não pode perder:

Conheça o Drive Virtual de Ginástica Laboral
Aulas Ginástica Laboral - Guia Prático
Recreação laboral Recreação laboral Editado por saude.chakalat.net on 08:28 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.